contato-fone

Home Juventude Nazarena MOJUVENA

Uma obra Iniciada pelo Pe. Mário Pozzoli em 1970

A história até hoje fascina e une centenas de jovens que passaram pelo grupo por gerações, nunca perdendo a identidade de resgatar jovens, unindo-se uns aos outros pelas lembranças e o sentimento de fraternidade que ainda hoje permeiam os corações de tais pessoas.

mojuvena-04

Fundação do Mojuvena

Com o intuito de não deixar morrer a juventude da Paróquia de Nazaré, o Padre Mário Pozzoli, sacerdote italiano, da Congregação dos Padres Barnabitas, recém chegado da cidade de Bragança, onde havia sido pároco, é inspirado a fundar um Movimento jovem, com o nome de MOJUVENA, estando alicerçado sob o carisma e resgatar jovens.

mojuvena-05

O início de tudo

De início, o Padre Mário tinha o interesse de atingir os cinco mil jovens que haviam no bairro de Nazaré, àquela época. Assim, com o intuito de evangelizar e chamar os jovens para este encontro com Cristo, o bravo sacerdote começou a percorrer com muita alegria as imediações do Bairro de Nazaré, da Cremação e Umarizal, sempre utilizando como instrumento para atrair a atenção dos jovens, uma pequena vitrola, onde tocavam músicas católicas de cunho juvenil, que iam de encontro ao clamor social por mudanças, muito forte àquela época, em razão da ditadura militar que controlava o país.

mojuvena-03As reuniões eram realizadas nas ruas, na Rua Boa Ventura da Silva e 03 de maio, onde o padre abordava os jovens e os convidava para ficarem naquele Movimento que se organizava no meio da rua mesmo.
O Movimento não tinha sede, sendo que depois, as reuniões passaram a acontecer nas casas de alguns jovens.

Assim, a primeira reunião foi realizada na casa do Jovem Mário Cunha. Este, junto com os jovens Vavá, Helena, Nonata e Júlio Taperebá, se engajaram no grupo após se envolverem totalmente com a ideia do sonhador Padre Mário, tendo sido estes os primeiros jovens a comporem o movimento.

Os jovens da Vila da Paz, nas imediações da Conselheiro Furtado e da Rua dos Mundurucus, também foram muito tocados, tendo boa parte da tal vila participado durante muito tempo das atividades do movimento, e houve gerações dentro do grupo, de famílias que saíram da Vila da Paz.

No intuito de escolher uma data para servir de parâmetro para contar os anos do MOJUVENA, e comemorar as festas, foi instituída a idealista data do 1º de maio de 1970, como data de fundação do Movimento.

Acreditamos que tal data fora escolhida, em homenagem ao clamor juvenil da época por mudanças, face a data ser comemorativa do dia do trabalho. Nascia assim, de fato, o MOJUVENA

Foram incontáveis a quantidade de trabalhos e projetos que o MOJUVENA realizou. Aqui, vamos nos deter nas que mais tiveram destaque tanto na paróquia, quanto no reconhecimento de toda a cidade de Belém.

mojuvena-01Assim, são de autoria do movimento, as campanhas da cheia do Tocantins, que atingia a cidade de Marabá, ocasião em que os jovens do grupo arrecadavam mantimentos e roupas para enviar para as vítimas da cheia.

Havia também a campanha do livro, onde arrecadavam-se livros para a educação dos jovens tanto do MOJUVENA, quanto dos jovens de fora.

Mas, sem dúvida, a mais famosa campanha do MOJUVENA foi a campanha do gari. Além disso, haviam os cursos de missa, namoro, datilografia, secretariado, e o primeiro curso de TLC (treinamento de Liderança Cristã), foi trazido a Belém através do MOJUVENA, que formou dezenas de jovens cristãos, para a liderança Católica.

Ditadura

Durante a ditadura, a Pastoral da Juventude de Belém realizou vários manifestos e atos de rebeldia, e, apesar do MOJUVENA ter sua predileção pelos pobres e realizar trabalhos de socialização, jamais se envolveu em lutas rebeldes contra autoridades, embora em vários encontros, houvesse a presença selada da polícia, a fim de coibir qualquer interesse manifesto com a desordem, situação esta em que se encontravam a maior parte dos grupos jovens da nação, naquele período de repressão pela ditadura militar.

O Movimento cresceu muito, graças à exclusividade do Padre Mario em cuidar da juventude da Paróquia, ao que se conta, havia reuniões do MOJUVENA em que havia mais de cem jovens para formação.
O MOJUVENA também ajudou com formações e cursos em grupos que passavam por necessidades e careciam de formação.

mojuvena-02O MOJUVENA também organizou encontros com jovens de outros estados, que eram realizados na cidade de Bragança, vindo jovens do nordeste, sudeste e do norte, para partilhar de sua experiência com o Cristo Jovem. Mais tarde o Padre Mário Pozzoli fora transferido para Belo Horizonte, e o grupo teve que sair de sua sede, face a mesma necessitar ser demolida para obras de assistência da Paróquia, se mudando o grupo, em meados de 1990, para o subsolo da Basílica Santuário, onde até hoje permanece, embaixo do altar mor, do Sacrário e da Mãe de Nazaré, padroeira do movimento.

Vocações

Com todo esse trabalho nesses anos, várias vocações saíram de dentro do grupo, dentre elas a do Pe. Jose Maria Ramos (Sacerdote Barnabita e Provincial do Barnabitas do Norte do Brasil); Kleber Maia (missionário Leigo em Faro, Oeste do Pará) e o Jovem Chaad, missionário que acompanha o Padre Mário até hoje, posto que foi embora com o padre, quando este partiu para Belo Horizonte; também a Irmã Elizabeth (Missionárias da Imaculada Conceição). E atualmente ainda no grupo, as vocações continuam a chamar. Muitos jovens sentem o chamado vocacional e se lançam de modo admirável ao chamado ardente de Deus para servir ao Pai e ao próximo.

Quanto às vocações matrimoniais, podemos exemplificar os casais que se casaram à partir de terem se conhecido no grupo: Graça e Paulo Leal, Tatico e Teca Medeiros Neves, Luiz Guilherme e Shirley Paiva, entrelaçaram matrimônio à partir do encontro dentro do MOJUVENA, todos concordam que a base cristã recebida no grupo, foi essencial para a união duradoura e feliz.

O Padre Mário Pozzoli, é sacerdote Barnabita, nascido na Itália, e desde os 10 anos de idade sentiu o chamado à vida religiosa. Depois de ser ordenado padre, foi enviado ao Brasil em 1960, tendo se estabelecido na cidade de Bragança/PA, onde foi pároco da paróquia de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro.

São características deste padre, o empreendedorismo, a sensibilidade, a personalidade forte, entusiasmo, o empreendedorismo, e a falta de medo de sonhar grande, além de um amor confiante na juventude e na infância.

É impossível falar do MOJUVENA, e não falar do Pe Mário, rendendo-lhe uma justa homenagem, pelo homem que é exemplo, que doa de modo alegre toda a sua vida, a Deus em prol do próximo, pois não dá para separar a história do grupo da figura deste home simples e humilde que conquista todos com sua simplicidade, sinceridade e ternura. Assim, movimento e sacerdote estão intimamente ligados para sempre.

Somos um Movimento de identidade Mariana, e hoje temos como Diretor Espiritual o Pe. Geffison Silva, jovem barnabita responsável pela juventude da Paróquia, quando chegou em 2013, pediu que os Grupos Jovens tivessem três coordenadores, e juntos fizessem o trabalho de evangelização da juventude junto com os membros.

A frente do MOJUVENA hoje compõe a coordenação Rômulo Reis e Vicente Belisário, em breve realizaremos eleição para mais um coordenador(a), O Movimento a partir de uma nova estruturação organizada em Assembleia Geral pelos membros atuais em janeiro de 2015, oficializou as equipes de trabalho que já existiam e criamos novas, totalizando sete equipes, cada uma com um responsável eleito a partir daquela Assembleia Geral:

  1. Atitude Cristã
  2. Música
  3. Liturgia
  4. Teatro e Dança
  5. Esporte
  6. Comunicação e
  7. Formação

O Projeto Atitude Cristã é a equipe que trabalha com a parte social do Movimento, são os membros dessa equipe que organizam as Missões que realizamos durante o ano nas Comunidades Novo Brasil e Canutama localizado em Benevides-PA, onde existem cerca de 300 famílias que são atendidas na Páscoa, Dia das Crianças e Natal pelo Projeto, bem como o trabalho de visitas a asilos, hospitais e a distribuição de sopa aos nossos irmãos de rua.

Equipe de Liturgia organiza as nossas Missas e Adorações que acontecem mensalmente, e todas as Celebrações que acontecem nas Espiritualidades e Retiro que o Movimento promove.
O Teatro e a Dança são as nossas equipes de artes e organizam de forma evangelizadora as apresentações
O Esporte é a equipe que se reúne para um futebol, vôlei e outras modalidade como forma de evangelização.

A comunicação é a equipe responsável por organizar as nossas redes sociais e utiliza-las para envolver e aproximar ainda mais nossa juventude com Jesus.
A equipe de Formação é aquela que nos forma através da palavra de Deus e nos faz entender o ensinamento Dele a cada dia.

Todos as equipes possuem um foco, a Evangelização e o Resgate de Jovens para Cristo.
O Mojuvena hoje possui em torno de 50 membros ativos oficiais que se dedicam ao trabalho para Cristo

Nossas atividades ocorrem durante toda a semana:

Segunda-feira: Reunião das Equipes de trabalho – 19:30 – Mojuvena
1ª Terça-feira do mês: Adoração do Movimento – 19:30 – Capela Bom Pastor
2ª Terça-feira do mês: Encontra da Nova Evangelização – 19:30 – Centro Social
Quarta-feira: Adoração da Juventude – 19:15 – Basílica Santuário
Quinta-feira: Estudo da Palavra – 19:30 – Mojuvena
Sexta-feira: Santo Terço – 19:30 – Mojuvena
Sábado: Formação – 18:30 – Mojuvena

Por Ele e para Ele sempre!

Deixe seu comentário

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.